AM 1440 - A cor que você ouve

Fundo Social de Solidariedade destaca trabalhos voluntários de idosos durante pandemia

Em meio à pandemia do Covid-19 e com o isolamento social recomendado por órgãos responsáveis pela saúde pública, O Fundo Social de Solidariedade de Americana tem contado com a colaboração de diversas pessoas que têm dedicado seu tempo a realizar trabalhos voluntários.

De acordo com o Fundo Social, muitas pessoas têm demonstrado interesse em ajudar, inclusive pessoas acima de 60 anos, como é o caso de Janete Batista e  Nilva Prado, que confeccionaram e doaram várias máscaras de proteção; bem como Olveti Zanotti, de 71 anos, que semanalmente doa entre 10 e 12 máscaras ao Fundo Social.

Além de máscaras doadas, Tâmara Rillo Andrade, de 63 anos, juntamente com Ivone Gomieri Vieira, 68 anos, e  Sandra Regina Benatti Camargo, 57 anos, confeccionaram mais de 100 sacolinhas de tecidos que o Fundo Social repassou ao abrigo para moradores de rua, com materiais de higiene pessoal, sabonete, creme dental e máscara de proteção individual.

O Fundo Social tem contado também com o trabalho voluntário de Tânia Rillo Andrade, 69 anos, que faz a higienização de roupas doadas para bebês, lavando e passando as peças, que compõem o enxoval que são doados as mães em situação de vulnerabilidade. A Farmácia do Fundo Social também está contando com o apoio de Herica Giacomini, que auxília na triagem dos medicamentos recebidos.

Telma Kiel, 72 anos, auxilia na separação de roupas e brinquedos, que são repassados para instituições religiosas, entidades assistenciais e projetos sociais. Telma contou que muitos brinquedos precisam de conserto e testes para que possam ser doados, e que a manutenção está sendo feita pelo marido, Aparecido Kiel (75).

“O Cidinho, como é conhecido, começou a consertar vários brinquedos, montar os quebra-cabeças e a testar os brinquedos, antes de devolver ao Fundo Social para doação. Acabou se tornando um passatempo para ele e é uma maneira de auxiliar o próximo e ocupar o tempo neste momento de pandemia que não podemos sair de casa”, disse Telma.

Emocionada, a presidente do Fundo Social, Maine Najar, agradeceu a ajuda de todos. “É uma alegria poder contar com essas voluntárias, como é o caso das irmãs Telma,Tânia e Tâmara que colaboram desde o início de minha gestão à frente do Fundo Social, e também de todos que  se tornaram grandes parceiros, acreditando na gente e doando  um pouco do seu trabalho em pról dos mais necessitados. Em tempos de “ficaemcasa” o serviço voluntário se tornou um grande passatempo para muitos”, disse Maine.

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

× Fale Conosco!