AM 1440 - A cor que você ouve

Informação e cuidados intensivos são essenciais para evitar a COVID-19

Álcool gel
 A quarentena tem sido flexibilizada na maioria das cidades brasileiras e algumas cenas, como filas em porta de lojas ou para entrar em shoppings, preocuparam as autoridades médicas nas últimas semanas. Para a especialista em Saúde Pública e Infectologista Paula Carnevale, coordenadora do curso de Medicina da Universidade Anhembi Morumbi em São José dos Campos, é necessário que a população entenda o risco iminente da Covid-19. “A taxa de contágio permanece elevada. Ainda não sabemos ao certo quem desenvolverá a forma grave da doença e não há tratamentos específicos disponíveis. Até que uma vacina seja desenvolvida, a melhor proteção é a prevenção”.

Na prática, a médica explica que o ideal é que as pessoas saiam de casa apenas para trabalhar, quando o home office não é uma opção. “Ainda orientamos a população a manter o distanciamento social, a não realizar encontros familiares, festas e reuniões presenciais. Esta recomendação é importante principalmente para aqueles que precisam trabalhar fora de casa, pois tem maior risco de contraírem a COVID-19 e, muitas vezes, assintomáticos, podem transmitir o vírus para outras pessoas, que podem ter a forma grave da doença”, enfatiza a médica.

Se possível, realize suas compras por delivery, mas se precisar ir ao supermercado ou a alguma loja, tome todos os cuidados necessários. A seguir, a especialista explica como deve agir em diferentes ambientes e situações:

Trabalho presencial

– Lave as mãos ou higienize-as com álcool gel a 70% com frequência
– Utilize a máscara durante todo o dia, lembrando de trocá-la a cada 2 horas. Não toque a máscara nem leve as mãos aos olhos.

– Ao retirar a máscara, puxe-a por trás, pelos elásticos, sem tocar no corpo da máscara. Guarde a máscara suja em uma necessárie ou um saco bem vedado. Higienize as mãos antes de colocar a máscara limpa.

– Tente manter distância de 1,5m. de seus colegas, inclusive nos momentos de distração.

– Leve comida de casa, assim como os demais lanches para os intervalos, evitando sair para comprá-los.

Supermercados, padarias, açougues, farmácias e demais serviços essenciais:
– Utilize a máscara durante toda a permanência na loja.

– Não leve as mãos no rosto.

– Evite ficar próximo das pessoas nos corredores e nas filas, respeitando a distância de 1,5m.

– Coloque as compras no porta-malas.

– Higienize as mãos com álcool gel antes de entrar no carro.

– Ao chegar em casa, tire os sapatos antes de entrar.

– Higienize os produtos comprados com água e sabão ou álcool em gel 70% antes de guardá-los.

– Retire a máscara com os mesmos cuidados e a lave antes de usar novamente.

Lojas de roupas e sapatos

– Utilize a máscara durante a permanência na loja.

– Higienize as mãos antes de tocar nas peças de roupas. Lembre-se: outras pessoas também tocarão nelas e a prevenção não é apenas para você.

– Procure respeitar a distância de 1,5m das demais pessoas e vendedores.

– Prefira não provar roupas nas lojas, pois os provadores podem aumentar o risco de contaminação por não serem adequadamente ventilados e não haver higienização adequada entre um cliente e outro. O vírus pode permanecer na maçaneta, nos cabides e outros mobiliários.

– Se puder, espere por pelo menos três dias para provar as roupas em casa. O coronavírus foi identificado em tecido até 72 horas depois do contato..

Academia do prédio

Prefira praticar atividades físicas em casa ou ao ar livre, sempre de máscara. Mas caso vá à academia do condomínio:

– Use máscara.

– Limpe cada equipamento com álcool 70º antes e depois da utilização.

– Dê preferência para utilizar a academia quando ela estiver vazia.

– Coloque as roupas e máscara para lavar após retornar para casa.

Transporte Público

– Utilize a máscara e não toque o rosto durante todo o percurso.

– Na fila, fique distante dos demais passageiros.

– Ao passar pela catraca, limpe o bilhete com álcool 70º antes de guardá-lo na bolsa ou carteira.

– Evite colocar seus pertences no chão. Caso isso ocorra, não se esqueça de higienizá-los assim que possível.

– Caso alguém ao seu lado apresente sintomas, como tosse, mude de lugar.

– Ao descer do ônibus, higienize as mãos imediatamente com álcool em gel.

Apesar dessas medidas serem bastante eficazes, vale ressaltar que ainda assim há riscos. Portanto, a medida mais eficaz continua sendo o distanciamento social. “Sabemos como enfrentar esse período tem sido difícil, em especial ficar longe dos amigos e familiares, mas precisamos pensar que, quanto mais distantes ficamos nesse momento, mais protegeremos aqueles que amamos e mais rápido poderemos voltar às atividades e rotina de vida anteriores. Do contrário, vamos ficar indo e vindo da quarentena e, infelizmente, perderemos muito mais vidas”, conclui.
você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

× Fale Conosco!