AM 1440 - A cor que você ouve

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO TEMPORÁRIA DE ACUSADO DE MATAR A EX-NAMORADA

A justiça de Nova Odessa decretou nesta quarta-feira (7) a prisão temporária de Lucas Ribeiro Ramos, de 22 anos, o Lucas Hyuga, acusado de matar sua ex-namorada Sidmara Oliveira da Silva, de 25 anos. A prisão no primeiro instante é válida por 30 dias.

Lucas Hyuga confessou que matou a mulher no domingo (4) por volta das 17h na casa da vítima, na Avenida São Gonçalo, no Jardim Santa Rita, em Nova Odessa. Ele enrolou uma toalha no pescoço e a jovem morreu por asfixia. Após o crime, o rapaz pegou o celular de Sidmara e ainda trancou o imóvel. Na sequência, ele fugiu.

O corpo foi encontrado por um vizinho, que ligou para a Polícia Militar (PM) na manhã desta quarta. A equipe da (PM) cabo Thiago e soldado Julio, esteve no local e acionou a Polícia Civil (PC). Os investigadores Marcos Mela e Nivaldo, foram para a residência e acionaram a Polícia Técnica. Após a perícia, o cadáver foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), em Americana.

Já durante a tarde desta quarta-feira, a equipe da PM, cabo Natal e soldado Paspardelli, recebeu a informação de familiares da vítima que moram no estado do Paraná, que Sidmara estava recebendo ameaças do ex-namorado. O nome e o endereço foram fornecidos. Os policiais seguiram para a casa do rapaz no Jardim dos Lírios, em Americana. No imóvel, no primeiro instante, o jovem não admitiu o assassinato, porém quando o celular da vítima foi encontrado, ele confessou.

Lucas foi encaminhado para a delegacia de Nova Odessa e ratificou que matou a ex-namorada por ciúmes. O delegado Robson Gonçalves de Oliveira solicitou a prisão ao poder judiciário e no começo da noite, o mandado foi expedido. O acusado está preso na cadeia de Santa Bárbara D’Oeste.

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

× Fale Conosco!