AM 1440 - A cor que você ouve

Novo laboratório inicia coleta de exames em Nova Odessa

Contratado de forma emergencial pela Prefeitura de Nova Odessa, o laboratório Indaiatuba J.A. Ltda, inicia nesta terça-feira (11), a coleta para os exames de análises clínicas para os pacientes da rede pública de saúde.

O laboratório está instalado na Rua Aristides Bassora, número 302, bem em frente ao Hospital e Maternidade Municipal Doutor Acílio Carreon Garcia e ao lado do Cartório Eleitoral. O atendimento no laboratório externo será de 2ª e 6ª feira, das 7h às 11h para coleta, e até às 16h para retirada de exames.

O secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, explica que os pacientes que têm em mãos as guias para a realização de exame e não conseguiram realizar o procedimento por conta da interdição do antigo laboratório, podem procurar o novo espaço a partir desta 3ª feira. Lembrando que os exames de urgência e emergência dentro do Hospital Municipal não deixaram de ser realizados em nenhum momento.

EXAMES

Num primeiro momento, os exames serão realizados em Indaiatuba, sede do laboratório, com os resultados sendo entregues dentro do prazo estabelecido em contrato. “Estamos concluindo a área técnica, isso dentro de no máximo 20 dias, para que os exames sejam realizados aqui mesmo em Nova Odessa”, afirmou o gerente geral do laboratório, Marcos Jaguaribe. “Estamos entregando um laboratório de ponta, amplo e com totais condições para atender os pacientes de Nova Odessa”, garantiu José Augusto Piragini Júnior, médico responsável pelo laboratório.

ENTENDA O CASO

O Laborteck, que vinha prestando esse serviço ao município, teve o contrato rescindido unilateralmente em julho e foi multado pela prefeitura. A decisão foi tomada depois que a Administração abriu processo administrativo para apurar a interdição do laboratório, determinada pela Vigilância Sanitária, depois que algumas incorreções técnicas de responsabilidade do contratado foram identificadas.

Cocato, explicou que, ao mesmo tempo em que determinou a abertura de processo administrativo para apurar o ocorrido em relação as obrigações do contrato com o Laborteck, cobrou explicações do laboratório, exigindo que a empresa regularizasse a situação o mais rápido possível. “A demora por parte do laboratório em solucionar as incorreções técnicas apontadas pela Vigilância Estadual deixou claro que o contrato não tinha como ser retomado. Sempre estivemos acompanhando essa situação de perto, desde o momento em que fomos comunicados deste problema”, disse o titular da pasta.

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.