AM 1440 - A cor que você ouve

Represa de Salto Grande: grupo faz navegação e acompanha retirada dos aguapés

A secretaria de Meio Ambiente de Americana e a Associação Barco-Escola da Natureza organizaram na manhã desta sexta-feira (12) uma vistoria na Represa de Salto Grande para acompanhar a situação da água e a retirada das macrófitas (aguapés) no percurso até Paulínia.

A CPFL Renováveis (Companhia Paulista de Força e Luz), concessionária responsável pela represa, está fazendo as remoções e atualmente estão sendo utilizados dois tratores aquáticos, duas escavadeiras, três caminhões e dois barcos. De acordo com o gerente de meio ambiente da empresa, Daniel Daibert, são retirados cerca de 74 caminhões de aguapés diariamente. “Desde o início, foram tirados mais de 70 campos de futebol de macrófitas e acredito que no final deste ano vamos ter feito 21 mil viagens de caminhões”, disse.

O secretário de Meio Ambiente, Odair Dias, afirmou que a fiscalização está intensa e que irá continuar cobrando a participação de autoridades nas ações envolvendo a Represa. “Fizemos o trajeto para todos acompanharem a realidade da represa e o que a CPFL tem feito. É apenas uma das ações que fizemos pensando em fortalecer a revitalização da Represa. Tem muitas pessoas e autoridades que devem participar, mas estão sendo omissas. A população também pode e deve participar para cobrar e contribuir para as melhorias. Nesta inspeção os participantes puderam ver de perto a situação e pensar estrategicamente nas ações”.

O fundador da Associação Barco-Escola Natureza, João Carlos Pinto, enalteceu as retiradas e disse estar contente com o retorno das atividades da associação, previsto para o início do segundo semestre deste ano. “A situação da represa estava muito complicada, principalmente em dias com muito vento, mas aos poucos ela está sendo limpa. Recebíamos alunos da rede pública, particular e muitos alunos de universidades para fazer pesquisas. Acredito que em julho ou agosto tenha poucas plantas e vamos conseguir retomar os passeios”, disse.

Participaram da inspeção o ex-deputado estadual, Chico Sardelli, o presidente do Condema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), João Braidotti, do subsecretário da Unidade de Fiscalização, Licenciamento Ambiental e Projetos, Cícero Aparecido Moura de Jesus, o vereador municipal Gualter Amado, o engenheiro ambiental do DAE (Departamento de Água e Esgoto), João Marco Alves de Oliveira, representantes da Comissão de Meio Ambiente da OAB, representantes GPN10 e representantes da sociedade civil.

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.