AM 1440 - A cor que você ouve

Ao Estado, Bill pede desassoreamento das represas dos bosques Manoel Jorge e Isidoro Bordon

O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza entregou nas mãos do secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Ricardo Borsari, o pedido de desassoreamento das represas existentes nos bosques Manoel Jorge e Isidoro Bordon. O encontro com o representante do Governo do Estado aconteceu nesta segunda-feira (3), em São Paulo. Também participaram da reunião o secretário-executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahoz, o assessor-técnico da mesma entidade, Flávio Stenico, e o deputado federal Vanderlei Macris. Na oportunidade, Bill, como presidente do Consórcio PCJ, pediu agilidade no processo para a construção do reservatório de Duas Pontes, em Amparo, e do Jaguari, em Pedreira.

Bill deixou a reunião com Borsari bastante otimista, uma vez que o secretário se comprometeu a enviar, ainda este ano, técnicos para Nova Odessa com intuito de analisar a situação das duas represas. “Saio deste encontro cheio de esperança, de que o governo estadual vai nos ajudar no trabalho de desassoreamento das represas que ficam nos bosques Manoel Jorge e Isidoro Bordon, para que nós possamos devolver a beleza para esses dois locais. O Borsari, que é um grande amigo, foi sensível com o meu pedido e se comprometeu a enviar técnicos para Nova Odessa ainda esse ano”, disse o prefeito.

No Bosque Manoel Jorge, empresa contratada pelo Estado está finalizando a canalização da água que vai da Avenida Ampélio Gazzetta ao bosque. A obra é complementar ao Corredor Metropolitano Noroeste e foi iniciada em abril. “A água corria direto pela terra, que ia parar dentro da represa do bosque, provocando o assoreamento completo. Eu pedi ao então governador Geraldo Alckmin a realização desta obra, que é muito importante e vai acabar definitivamente com este problema”, explicou o prefeito de Nova Odessa. Estão sendo construídos gabiões e muros de arrimo para contenção de erosão, assim como escada hidráulica para amortecer a velocidade da água e um canal pluvial das águas provenientes da Avenida Ampélio Gazzetta, até a lagoa dentro do bosque.

BARRAGENS. Já sobre a construção dos reservatórios em Amparo e Pedreira, Borsari explicou à comitiva que o processo licitatório já foi finalizado e no momento estão sendo tomadas as providências de complementação de documentos ambientais para ambos os reservatórios.

 Está prevista também a canalização da água que vai da Avenida Ampélio Gazzetta ao bosque. As duas obras são complementares ao Corredor Metropolitano Noroeste e foram iniciadas em abril. “A água corria direto pela terra, que ia parar dentro da represa do bosque, provocando o assoreamento completo. Eu pedi ao então governador Geraldo Alckmin a realização desta obra, que é muito importante e vai acabar definitivamente com este problema”, explicou o prefeito de Nova Odessa.

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.